20 de jul de 2014

Decisão

Hoje eu levantei e lavei o rosto mais uma vez
Abri os olhos e vi como a vida se tornou.
Vi como as coisas mudaram com o tempo,
E com o vento me contento.
Pois se ontem fez chuva, amanhã é temporal.
A minha vida já nem melhora,
Tudo vai de mal à mal.
Se não fazes nem questão de olhar meus versos,
Então não vou ter medo de escrever aqui
O que sinto e pestanejo ao dizer,
Que o quanto te amei esse tempo não foi pouco,
Que sou um vírus incomodativo,
Que sou apenas uma passageiro entre duas pessoas,
Que tudo pode se resolver e você decidir escolher.
...
Se for ele, não vou me contentar
Mas também vou deixar a sua vida da forma como deveria estar.
Vou sumir como o grito em um velho e profundo abismo;
Vou sempre lembrar de você,
Vou sempre tentar te esquecer,
Triste é saber que não vou conseguir,
Triste é saber, que mesmo assim,
Você está dividida entre ele e "mim". 
-Josyallenn Tavares
Share:

1 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.