8 de jul de 2014

Violenta

Quando acordei pela manhã,
Não vi o mesmo sol que via antes,
Não senti o mesmo vento que me tocava,
Não pude ao menos sentir o chão...
Se é que teve um chão aqui.
Abaixava a cabeça pra não pensar,
E só de tentar, eu já estava pensando.
Só por me alegrar, eu já estava chorando...
Que foi mentira, eu sei que não,
Que tudo que eu falei e falo não é em vão.
É verdade no meu coração,
É um rugir de coragem e de medo,
É uma paz em uma palavra falada,
É uma sensação num sentimento sentido,
Às vezes até parece um gemido.
Mas é que a verdade de tudo isso...
É que amo deitar do teu lado,
Amo o seu jeito de brigar comigo,
E quando saio e você bate a porta,
E me deseja um boa noite como ninguém,
E quando nos vemos um no olhar do outro,
E quando você se prende e insiste em negar,
Mesmo sabendo que o seu coração só deseja ser amado, e amar...
Quando você me liga antes de dormir,
Quando recebo uma mensagem sua dizendo:
"Bom dia meu bem..."
E mesmo não estando, quando eu te vejo já me sinto bem.
Meu coração bate, parece pular, e você sabe,
Minha boca treme, querendo te beijar,
E meu amor cresce...
Parece até nesse mundo não mais estar.
-Josyallenn Tavares
Share:

0 comentários: