15 de set de 2014

Idas e Voltas

A boca fala o que o teu cheiro exala,
O coração sente o que outras bocas mentem.
O corpo treme pelo que o coração exalta,
A saudade é tanta que nem mais se sente.

A mãos suam e no peito bate
O desespero de uma solidão,
Os olhos choram, caem-se as lágrimas
Faz-se de águas salgadas todo o chão.

Corre o vento e se entrelaça
Mata a vontade de te ter,
Quando mais me desespero
Me dá vontade de te ver.

Sinto o cheiro no sofá,
Área, sala, quarto e cozinha.
Provo o gosto em meus sonhos
Da tua boca junto à minha.

Volta logo e não demores
Que a saudade me mata cada vez mais.
Se eu pudesse estar contigo agora,
Eu me sentiria mais em paz.

-Josyallenn Tavares

Share:

0 comentários: