4 de jan de 2014

A Falsa Felicidade

Se eu sair não vai adiantar
Festejar, beber , me divertir
Nada disso vai fazer passar...
Pode até aliviar
Mas quando vem, tira todo o meu ar
Não faz cessar,
Não "coisa", e não "pá"...
Vem, e rasga
Vem e abre mais a cicatriz.
Vai, pois és uma meretriz
Vai, pois assim não dá mais
Vai Felicidade, e fica em paz
Volta de onde tu veio.
Pois em meu peito, já não mais te anseio,
Desejo que volte para os outros braços vão
Do que lhe ter como amiga
Enquanto tu vai furando as minhas mãos;
Junta os meus pés, e prende-me em uma madeira
De um velho barco, um convés.
Convenha junto a mim,
E tire logo após a sua própria conclusão
Pois sei que meu sofrimento pode não ser eterno,
Mas meu amor e carinho, por ti, são.
-Josyallenn Tavares-

Share:

0 comentários: