8 de set de 2015

Arrastou

Ao longe se ouve os gritos,
A música vem chegando aos ouvidos,
Vagarosamente e calma
Como um soco de direita de Muhammad.
Vem dilacerando minh'alma.

O automóvel em quatro rodas,

Os metros de Auto-falantes e Twitter,
Aquele monstro terrível;
Será, meu Deus!?
Olha lá, lá vem a besta ingerível!

Aos pés da besta, seus servos,

Exalando puro suor.
Os líquidos entram em suas bocas,
Ao mesmo tempo que saem,
O calor vai deixando todas as pessoas loucas.

"Assim caminha a humanidade..."


Cegos!

Ignorantes!
Controlados!
Sem autonomia...

E aos poucos vão se arrastando,

Se ludibriando...
Mas o que levam pra sua vida?
-"Haa, não!!"
Mataram mais um pai de família.

A filha se "enboneca" toda,

Passa batom, faz chapinha,
Coloca o pano sobre o corpo...
Mas que pano?
A meia saia que ela tinha?

O filho, playboy,

Bebe Whisky e Redbull;
O outro, coitado,
Cheira cola na esquina
Não sabe que logo seu corpo será encontrado.

A mãe deixou seus filhos!

A vizinha que se vire para cuidar,
Mas mal sabe ela, que seu vizinho,
Acabará de encontrar
Sua filha de 15 anos para então adulterar.

"Ainda vai levar um tempo..."


Passou, levou...

passou, embriagou...
Passou, festejou...
Passou, danificou...
Arrastão, arrastou...

-Josyallenn Tavares
Share: