8 de mar de 2017

#001

A mente insistente pensa
Em querer no instante de agora,
Os braços de outrora,
Os lábios mais viris
Nas noites mais sutis.

A voz engasgada trava,
A fala á fora pasma,
No peito um respirar,
Como se quisesse morar
No coração, no olhar.

Os lábios avermelhados,
O sorriso todo engraçado,
Morena cor do pecado
Quero em você misturar.

Meus pensamentos contar,
Os mais excêntricos guardar,
Pra que eu possa lhe ter
Sem você se assustar.

Mas não posso tocar,
Nem ao menos beijar,
Vivo em noites sonhar
Que eu vá acordar
E um beijo te dar
Que te falte meu ar.

-Josyallenn Tavares
Share:

0 comentários: